Crônicas De Um Amigo Meu

Nem tudo que digo fui eu quem criou; nem tudo que escrevo fui eu quem bolou.

Pra fugir do blá, do blá e do blá, mando o que, se bobear, mais presta, pra cá.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s